A Filosofia

O homem, por ser dotado de inteligência, sempre desejou conhecer, aprender e entender tudo aquilo com que ele se relaciona. De onde viemos? Para onde vamos? Qual é a nossa condição no mundo? Essas questões, naturalmente, obrigam-nos a refletir.

A necessidade de refletir é a origem da Filosofia, porque filosofar é, na verdade, pensar, raciocinar sobre os assuntos que desejamos conhecer e entender.

Nos primórdios, a Filosofia confundia-se com a religião e a mitologia, que buscavam explicações baseadas principalmente na fé. Com o passar do tempo, porém, a Filosofia tornou-se uma forma de pensamento específica, apoiando-se, sobretudo, no raciocínio, isto é, no pensamento lógico, que procurava uma explicação para os fenômenos da Natureza e para os acontecimentos bem como para suas consequências.

As civilizações da Antiguidade desenvolveram formas diferentes de Filosofia. Podemos, portanto, falar em filosofia egípcia, chinesa ou hindu, por exemplo.

A civilização do Mundo Ocidental (Europa e América) tem sua origem na antiga civilização grega. Assim sendo, para os povos do Ocidente, o berço da Filosofia foi a Grécia. Os pensadores gregos foram os primeiros a separar a razão (raciocínio) da fé (crença pura). Os filósofos que mais se destacaram foram Sócrates, seu discípulo Platão, e Aristóteles. Esses três sábios foram fundamentais para a evolução do pensamento filosófico ocidental.

Para Sócrates, o objetivo principal de toda a reflexão é o conhecimento da verdade. Para Platão, o conhecimento da verdade só poderia ser adquirido pelo desenvolvimento de ideias. Finalmente, para Aristóteles, as ideias deveriam sempre obedecer a um raciocínio lógico. Esses três elementos – busca da verdade, valorização das ideias e raciocínio lógico – constituíram a base da Filosofia ocidental através dos séculos.

Na história do pensamento, muitos filósofos contribuíram com diferentes abordagens, novas reflexões, outras perspectivas em torno dos grandes problemas da existência humana. Isso significa que a Filosofia é incessante para encontrar respostas definitivas para os questionamentos feitos pelos homens. Ela nos ensina a refletir e, dessa forma, a atuar de maneira mais satisfatória conosco e com a sociedade.